popular:

A economia mundial confirma sua recuperação, mas a dívida se preocupa

A economia mundial confirma sua recuperação, com melhorias do PIB de 3,5% em 2017 e de 3,7% em 2018, embora não de forma "sólida ou inclusiva" em um contexto marcado pela alta endividamento de famílias e empresas não financeiras, advertiu a OCDE.

Paris, 28 de novembro (EFE) .- A economia mundial confirma sua recuperação, com melhorias do PIB de 3,5% em 2017 e 3,7% em 2018, embora não de forma "sólida ou inclusiva" em um Marcado pelo alto endividamento das famílias e das empresas não financeiras, advertiu a OCDE.

No relatório semestral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), seu economista-chefe, Catherine Mann, reconheceu que há "sinais positivos", como a recuperação do investimento empresarial, mas não forte o suficiente para ser prolongar-se durante 2019, quando a economia deverá abrandar (3,6%).

"Os governos devem implementar mudanças políticas mais profundas para encaminhar investimentos, produtividade e aumentos salariais para alcançar um crescimento mais inclusivo ", afirmou Mann.

A agência de Paris defende reformas econômicas que facilitam o comércio internacional e servem para reduzir os impostos nas empresas, entre outros.

As perspectivas da OCDE atribuem a melhoria das perspectivas semestral à políticas de estímulo e lembre-se de que a progressão do produto interno bruto (PIB) não foi tão alta desde 2010, após o início da crise global.

A agência mantém sua projeta a melhoria econômica para 2017 nos 3,6% - a mesma porcentagem do que em junho passado - e eleva a perspectiva de 2018, de 3,6% para 3,7%.

Apesar disso que os níveis de renda per capita registrados antes do início da crise ainda não foram alcançados, em 2008.

As variações mais positivas de suas projeções em relação à das verão são novamente para a zona Euro, com um aumento de 2,4% em 2017 (três décimos de junho) e 2,1% em 2018 (dois décimos).

Há uma Perspectivas para os Estados Unidos (2,2% em 2017 e 2,5% em 2018).

Os indicadores do Reino Unido confirmam sua tendência a languir em 2017 - um décimo mais, até 1,5% aumento de dois décimos em 2018, para 1,2% graças ao impacto positivo resultante do período de transição acordado entre Londres e Bruxelas para a partida do Reino Unido a partir do UE.

Outro dos gigantes da economia mundial, a China, melhora as projeções para junho com um aumento do PIB em 2017 de 6,8% - dois décimos mais - e 6,6% em 2018 décimos melhor - graças à força do setor de serviços e de algumas indústrias estratégicas.

O Brasil, outro dos grandes países emergentes que não pertencem à organização, finalmente a recuperação econômica reiniciou após oito trimestres consecutivos e crescerá 0,7% em 2017 - o mesmo que esperado em junho - e 1,9% em 2018, três décimos mais do que divulgado há um semestre atrás.

O endividamento no setor privado e nas famílias gera preocupação na OCDE, especialmente em países como a China.

Nas economias mais avançadas, Teme-se que o longo período de baixo interesse tenha estimulado decisões muito arriscadas e inflado os preços do mercado imobiliário.

"Os países são altamente As pessoas endividadas podem ser vulneráveis ​​a choques financeiros e essa dívida pode pesar sobre o crescimento econômico no médio prazo ", advertiu a agência parisiense.

A OCDE também analisou o papel dos bancos centrais neste período de recuperação econômica e aconselha a retirada do estímulo monetário vigente nos últimos anos, embora gradualmente que a inflação - inferior ao desejado - deve-se a fatores além do controle de bancos reguladores.

A OCDE, fundada em 1961 e com sede em Paris, agrupa 35 países membros de todo o mundo com a missão de promover políticas que melhorem o bem-estar econômico e social do mundo e pertençam as nações mais desenvolvidas e outras nações emergentes, como o México, o Chile e Turquia.

comentários 0

?
Nenhum comentário para este artigo ainda!
EUR/USD

EURUSD=X

1.1747 -0,00 -0,24%
USD/CHF

CHF=X

0.9581 -0,00 -0,09%
GBP/USD

GBPUSD=X

1.3067 -0,02 -1,54%
USD/JPY

JPY=X

112.5670 +0,09 +0,08%
USD/CNH

CNH=X

6.8451 +0,01 +0,15%
USD/CAD

CAD=X

1.2912 +0,00 +0,06%
IBEX 35

^IBEX

9590.40 +6,70 +0,07%
IBEX MEDIUM..

INDC.MC

15377.30 -38,40 -0,25%
IBEX SMALL ..

INDS.MC

7490.80 +5,90 +0,08%
IBEX TOP DI..

INDD.MC

3047.90 +1,80 +0,06%
FTSE LATIBE..

INDB.MC

1249.20 +9,20 +0,74%
FTSE LATIBE..

INDL.MC

8444.10 +226,10 +2,75%
Abertis Inf..

ABE.MC

18.36 +0,00 +0,00%
Actividades..

ACS.MC

37.83 +1,03 +2,80%
Acerinox, S..

ACX.MC

12.24 -0,03 -0,24%
AENA, S.A.

AENA.MC

150.45 +4,75 +3,26%
Amadeus IT ..

AMS.MC

78.26 +0,46 +0,59%
Acciona, S...

ANA.MC

75.86 -0,12 -0,16%
Financial S..

XLF

28.74 -0,11 -0,39%
VanEck Vect..

GDX

18.78 -0,15 -0,79%
SPDR S&P 50..

SPY

291.99 -0,22 -0,07%
Vanguard FT..

VWO

41.80 +0,17 +0,41%
Direxion Da..

TZA

8.24 +0,12 +1,48%
Utilities S..

XLU

53.06 +0,22 +0,43%
Cookies nos ajudam a fornecer os nossos serviços.
Recuperar senha