Apresentam aos agricultores um projeto de entrega de terra para os pobres do Paraguai

O Governo do Paraguai apresentou hoje às principais organizações camponesas um projeto de lei que busca a concessão de terras públicas a pessoas agrupadas no setor de pobreza e pobreza. pobreza extrema.

Asunción, 23 de novembro (EFE) .- O Governo do Paraguai apresentou hoje às principais organizações camponesas um projeto de lei que busca a concessão de terras públicas a pessoas agrupadas em o setor de pobreza e pobreza extrema.

"Não é um subsídio, é uma transferência gratuita de terras públicas para famílias camponesas, a perpetuidade, o que garante que não pode ser vender ", disse Justo Cárdenas, chefe do Instituto Nacional de Desenvolvimento Rural e Terra (Indert).

O Paraguai é um dos países do mundo com a maior desigualdade na propriedade da terra, onde menos de 3% da população possui cerca de 85% da terra, de acordo com a ONG Oxfam.

Cárdenas adicionou, através de uma declaração da Indert, que o projeto "Constitui um ponto de viragem na história do país, especialmente porque possui uma abordagem abrangente do desenvolvimento para superar a pobreza e a pobreza extrema".

Ele também reconheceu que a iniciativa é imperiosa porque o setor ao qual será direcionado não se beneficiou do crescimento econômico do país.

"Houve crescimento macroeconômico, mas não alcançou a famílias vulneráveis ????para superar a pobreza, apesar dos sucessivos governos dos diferentes setores que passaram ", disse ele.

Cárdenas explicou que o anteprojeto de planos para incorporar pontos como acesso à habitação social, acesso ao crédito e assistência técnica para a produtividade.

A iniciativa, que leva em consideração regulamentos e experiências de países como Colômbia, Brasil e Uruguai, foi apresentado aos representantes do Movimento Campesino Paraguaio do Coordenador de Trabalhadores Camponeses e Urban, Central de Organizações Camponesas e povos indígenas e a Federação Nacional Camponês.