popular:

Soja transgênica, o cultivo da discórdia no sudeste do México

Desde que o México autorizou a plantação comercial de soja transgênica na Península de Yucatán em 2012, sem consultar os agricultores locais que defendem as culturas tradicionais, a A leguminosa modificada que a empresa Monsanto patenteou tornou-se a semente da discórdia.

México, 23 de novembro (EFE) .- Desde que o México autorizou a plantação comercial de soja transgênica na Península de Yucatán em 2012, sem consultar os agricultores locais que defendem a culturas tradicionais, a leguminosa modificada patenteada pela empresa Monsanto tornou-se a semente da discórdia.

Cinco anos depois, o litígio legal continua. Comunidades maia que denunciam o progresso do plantio de soja transgênica apesar do fato de o Supremo Tribunal suspender o cultivo em escala comercial em alguns municípios em novembro de 2015; Estados do sudeste de Campeche e Yucatán para dar aos povos indígenas o direito de serem consultados sobre as atividades agrícolas que eles querem em seus territórios.

As consultas foram confiadas à Comissão Nacional para o Desenvolvimento dos Povos Indígenas e à Comissão Intersecretarial sobre Biossegurança de Organismos Geneticamente Modificados, mas o processo tem quase ano e meio.

No dia 13 de novembro, uma nova batalha começou: comunidades maia de Holpechén (Campeche) e organizações civis e de direitos humanos informadas às autoridades o suposto plantio ilegal de mais de 23 mil hectares de soja transgênica e garantir que a semente é de propriedade da Monsanto.

As denúncias incluem documentação em foto e vídeo de culturas e evidências de fumigações com glifosato, um herbicida que é usado principalmente para garantir que a leguminosa modificada cresça sem ervas daninhas ou insetos que possam afetá-lo.

foram apresentadas acusações ao Serviço Nacional de Saúde, Segurança e Qualidade Alimentar (Senasica) da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Rural, Pescas e Alimentação (Sagarpa), no estado de Campeche.

"É necessário que Senasica investigue o que é a responsabilidade da Monsanto, que deve manter uma cadeia rigorosa de custódia para saber em todos os momentos Onde está a semente que vendeu e quem a está cultivando? ", explicou Nafeeli Ramirez, advogada do Coletivo de Comunidades dos Chenes.

Monsanto diz que não vendeu sua semente de soja em Campeche para cumprir a decisão da Corte e coloca em questão o sustento dessas queixas.

"Suponha que 25 mil hectares (sic) sejam soja geneticamente modificada. perigoso que "o fato de que há soja cultivada não pode ser um argumento para dizer que é geneticamente modificado". Deve haver muito cuidado nas afirmações feitas sobre isso; Os fazendeiros de Campeche são produtores de soja e pode ser que plantaram soja convencional ", disse ele. Em 2016, Senasica relatou plantação e comercialização de soja transgênica patenteada pela Monsanto e que era de dois tipos diferentes, chamado MON-04032-6 e MON-89788-1, ou uma combinação deles. Organismos geneticamente modificados.

Nas denúncias de 13 de novembro, os mayas e organizações também exigem que a Senasica investigue a presença da variedade de soja da Monsanto não autorizado no país e que poderia chegar a Campeche através do mercado negro.

Sobre o assunto, Ojeda enfatizou: "Existem mecanismos legais para combater esses tipos de mercados. um regime de biossegurança muito forte no México, que permite que a autoridade neste caso faça a pesquisa necessária para entender de onde esses produtos vêm e impedem esses mercados ilegais. "

No entanto, os autores da denúncia não pensam assim." Em um sistema de biossegurança, a autoridade mexicana deve saber onde o produto geneticamente modificado é. Isso não aconteceu com esta permissão da Monsanto em Holpechén. A biossegurança em nosso país não funciona e serve apenas para empresas como Monsanto com ambições econômicas neste campo ", disse ele.

Desde 2012, a Comissão Nacional para o Conhecimento e Uso da Biodiversidade (Conabio) relataram irregularidades nas etapas experimentais e piloto da cultura de soja geneticamente modificada da Monsanto, porque foram semeadas milhares de hectares deste produto fora dos perímetros permitidos e nas Áreas Protegidas Naturais.

Dadas estas irregularidades, a Conabio se recusou a recomendar a autorização deste cultivo de Monsanto para possíveis impactos na biodiversidade na Península de Yucatán, que inclui os estados de Campeche, Yucatán e Quintana Roo.

comentários 0

?
Nenhum comentário para este artigo ainda!
EUR/USD

EURUSD=X

1.1747 -0,00 -0,24%
USD/CHF

CHF=X

0.9581 -0,00 -0,09%
GBP/USD

GBPUSD=X

1.3067 -0,02 -1,54%
USD/JPY

JPY=X

112.5670 +0,09 +0,08%
USD/CNH

CNH=X

6.8451 +0,01 +0,15%
USD/CAD

CAD=X

1.2912 +0,00 +0,06%
IBEX 35

^IBEX

9590.40 +6,70 +0,07%
IBEX MEDIUM..

INDC.MC

15377.30 -38,40 -0,25%
IBEX SMALL ..

INDS.MC

7490.80 +5,90 +0,08%
IBEX TOP DI..

INDD.MC

3047.90 +1,80 +0,06%
FTSE LATIBE..

INDB.MC

1249.20 +9,20 +0,74%
FTSE LATIBE..

INDL.MC

8444.10 +226,10 +2,75%
Abertis Inf..

ABE.MC

18.36 +0,00 +0,00%
Actividades..

ACS.MC

37.83 +1,03 +2,80%
Acerinox, S..

ACX.MC

12.24 -0,03 -0,24%
AENA, S.A.

AENA.MC

150.45 +4,75 +3,26%
Amadeus IT ..

AMS.MC

78.26 +0,46 +0,59%
Acciona, S...

ANA.MC

75.86 -0,12 -0,16%
Financial S..

XLF

28.74 -0,11 -0,39%
VanEck Vect..

GDX

18.78 -0,15 -0,79%
SPDR S&P 50..

SPY

291.99 -0,22 -0,07%
Vanguard FT..

VWO

41.80 +0,17 +0,41%
Direxion Da..

TZA

8.24 +0,12 +1,48%
Utilities S..

XLU

53.06 +0,22 +0,43%
Cookies nos ajudam a fornecer os nossos serviços.
Recuperar senha