popular:

Sergio Ramírez diz que o Prêmio Cervantes é um "segundo ar" para sua literatura

O escritor nicaragüense Sergio Ramírez disse hoje que a obtenção do Prêmio Cervantes de 2017 representa "um segundo vento" em sua carreira literária e, longe de se contentar, o obriga a continuar escrevendo com a mesma qualidade.

Guadalajara (México), 25 de novembro (EFE) .- O escritor nicaragüense Sergio Ramírez disse hoje que ganhar o Prêmio Cervantes de 2017 representa "um segundo vento" em sua carreira literária e que, longe para se conformar, força-o a continuar escrevendo com a mesma qualidade.

"Eu vejo isso como um vento traseiro ou um segundo ar, eu recebo um segundo ar para avançar, porque na escrita não Há uma terceira idade ", disse o narrador e jornalista em uma conferência de imprensa na Feira Internacional do Livro (FIL) de Guadalajara, que começou neste sábado nesta cidade ocidental de México.

Por seu trabalho que "reflete a vivacidade da vida cotidiana transformando a realidade em uma obra de arte, com excepcional altura literária e pluralidade de gêneros", de acordo com os minutos da jesus, Ramírez ganhou o Prêmio Cervantes, o maior prêmio em espanhol, que será entregue em abril próximo.

O autor afirmou que escrever em espanhol é um privilégio, porque "cada língua tem seu destino" e a linguagem é "a grande linguagem literária".

"Estou feliz em poder escrever para uma linguagem tão vasta e ser capaz de ser lido em Chicago, San Antonio, Los Angeles, o mesmo que em Tierra del Fuego ou em Havana. Pela primeira vez, um escritor da América Central, que Ramírez descreveu como "uma região literária".

O autor de "Margarita, linda la mar" (1998) disse que essa distinção ajudará a "transferir para o pedestal os jovens escritores" centro-americanos "para que eles possam se mostrar ao mundo, serem vistos pelo mundo e ser publicados."

Ele assegurou que confia no novo geração de escritores centro-americanos, uma lote "promissora" de jovens nascidos nos anos oitenta, uma década caracterizada por guerra civil em países como Nicarágua ou El Salvador. Salvador.

"Eles são nossos escritores milenarizados hoje e podem contemplar a posição que a vida lhes deu o que seus pais fizeram e o que seus pais lutaram Salvador, Guatemala e Nicarágua criticamente e sem preconceitos ", afirmou.

O poeta, que serviu como vice-presidente da Nicarágua (1985-1990), considerou a literatura A América Latina é alimentada pelas anormalidades e a realidade "terrível" que ocorre nos países de um continente cheio de desigualdades.

"As anormalidades que vivemos são tão visíveis, então terrível, que vivamos do terrível ", disse Ramírez, acrescentando que, como cidadão, ele aspira" à normalidade institucional, à vida democrática e aos países sem corrupção ", mas como O narrador perdeu esta condição.

Ramirez disse que sua literatura está comprometida com a qualidade dos textos, mas também não cala o que acontece ao seu redor, devido a a influência exercida sobre ele por escritores como José Saramago e Carlos Fuentes.

Ramírez visita a FIL para apresentar seu livro mais recente "Ninguém chora por mim" e assegurou que ele 75 anos não tem medo de enfrentar a página em branco e desfrutar do processo de criação e invenção.

"Se uma autocensura empobrece a literatura, se alguém entrar na literatura com a vontade de se cortar a língua, melhor não escrever. Ele avançou que abordará a relação entre Miguel de Cervantes e Rubén Darío e que "certamente" ele se lembrará dos escritores da geração do boom latino-americano, ao qual ele se sente muito perto e cujos representantes principais como Julio Cortázar, Mario Vargas Llosa e Gabriel García Márquez conheciam "primeiro como escritores e depois como amigos".

De 25 a 3 de novembro Em dezembro, a FIL reunirá mais de 700 escritores de 41 países que representam 20 idiomas em centenas de atividades que buscam atrair 800 mil participantes. Além disso, participarão 20 mil profissionais do livro e 2.000 editoras que exibirão 400.000 títulos de 47 países em um espaço de 34.000 metros quadrados.

comentários 0

?
Nenhum comentário para este artigo ainda!
EUR/USD

EURUSD=X

1.1747 -0,00 -0,24%
USD/CHF

CHF=X

0.9581 -0,00 -0,09%
GBP/USD

GBPUSD=X

1.3067 -0,02 -1,54%
USD/JPY

JPY=X

112.5670 +0,09 +0,08%
USD/CNH

CNH=X

6.8451 +0,01 +0,15%
USD/CAD

CAD=X

1.2912 +0,00 +0,06%
IBEX 35

^IBEX

9590.40 +6,70 +0,07%
IBEX MEDIUM..

INDC.MC

15377.30 -38,40 -0,25%
IBEX SMALL ..

INDS.MC

7490.80 +5,90 +0,08%
IBEX TOP DI..

INDD.MC

3047.90 +1,80 +0,06%
FTSE LATIBE..

INDB.MC

1249.20 +9,20 +0,74%
FTSE LATIBE..

INDL.MC

8444.10 +226,10 +2,75%
Abertis Inf..

ABE.MC

18.36 +0,00 +0,00%
Actividades..

ACS.MC

37.83 +1,03 +2,80%
Acerinox, S..

ACX.MC

12.24 -0,03 -0,24%
AENA, S.A.

AENA.MC

150.45 +4,75 +3,26%
Amadeus IT ..

AMS.MC

78.26 +0,46 +0,59%
Acciona, S...

ANA.MC

75.86 -0,12 -0,16%
Financial S..

XLF

28.74 -0,11 -0,39%
VanEck Vect..

GDX

18.78 -0,15 -0,79%
SPDR S&P 50..

SPY

291.99 -0,22 -0,07%
Vanguard FT..

VWO

41.80 +0,17 +0,41%
Direxion Da..

TZA

8.24 +0,12 +1,48%
Utilities S..

XLU

53.06 +0,22 +0,43%
Cookies nos ajudam a fornecer os nossos serviços.
Recuperar senha